Terra


A Terra é o terceiro planeta a partir do Sol, é o quinto maior e mais massivo dos planetas do Sistema Solar. Move-se pelo espaço à razão de 72.360 km/h em direção a constelação de Hércules. A Terra e seu satélite, a Lua, giram juntos em uma órbita elíptica ao redor do Sol, com duração de 365 dias (Translação). A excentricidade é pequena, tanto que a órbita é praticamente um círculo. A Terra gira sobre seu eixo uma vez a cada 23 horas 56 minutos e 4,1 segundos (Rotação).

A datação radiométrica permitiu aos cientistas calcular a idade da Terra: Há bilhões (cinco ou mais) de anos, a Terra era uma bola de fogo, constituída de elementos incandescentes. Pouco a pouco, nosso planeta começou a esfriar. Esse "pouco a pouco" levou bilhões de anos. A superfície terrestre solidificava-se lentamente, e emanavam gases e vapores provenientes das rochas. A atmosfera apareceu, e espessas camadas de nuvens, que envolveram a Terra, escureceram-na por completo, e o resfriamento prosseguiu por milhões de anos. Só o fogo dos vulcões e as fortes descargas de eletricidade, acumulada no ar, iluminavam as trevas. Um dia, a condensação do vapor provocou a queda de chuvas torrenciais; dilúvio que durou séculos. As depressões da crosta terrestre foram submersas: formaram-se mares e oceanos que a princípio ferviam; e colunas de vapor pairavam sobre eles. Depois, o borbulhar cessou, mas as águas permaneceram escaldantes. Aos poucos, as rochas esfriaram e o mar arrefeceu, tornando possível o aparecimento das primeiras vidas aquáticas. Mais tarde, a vida surgiu também na terra firme, com ocorrência de plantas e animais superiores.

A Terra se divide em cinco partes:

  • A atmosfera é a cobertura gasosa que rodeia o corpo sólido do planeta.
  • A litosfera, composta principalmente pela fria, rígida e rochosa crosta terrestre, estende-se até uma profundidade de 100 km.
  • A hidrosfera é a camada de água que, em forma de oceanos, cobre 70,8% da superfície da Terra.
  • O manto e o núcleo formam o interior da Terra e constituem a maior parte de sua massa. Acredita-se que o núcleo se compõe em grande parte de ferro, com uma pequena porcentagem de níquel e outros elementos. As temperaturas do núcleo podem chegar a 6.650ºC.


O fenômeno do magnetismo terrestre é o resultado do fato de que toda a Terra se comporta como um enorme ímã. Os pólos magnéticos da Terra não coincidem com os pólos geográficos de seu eixo. Além disso, as posições dos pólos magnéticos não são constantes e mostram mudanças observáveis de ano para ano. A medida da intensidade do campo magnético é feita com instrumentos chamados magnetômetros, que determinam a intensidade do campo e as intensidades em direção horizontal e vertical. A intensidade do campo magnético da Terra é variável nos diferentes pontos da superfície do planeta.

Sem dúvida, a característica distinta da Terra é sua capacidade de criar vida. A superfície deste planeta azul, cuja cor resulta de sua atmosfera essencialmente nitrogenada, está coberta 70% por água, que é o elemento fundamental para a matéria viva. A atmosfera protege os organismos de meteoritos e de radiações solares e extra-solares nocivas, fornece o ar adequado para a respiração e regula temperaturas confortáveis. Os velozes movimentos da Terra, assim como o funcionamento sincronizado e independente de todos os seus sistemas a convertem numa perfeita aeronave, com aspecto de bolha, que transporta a vida pelo espaço sideral. A terra gera um importante campo gravitacional, não tem anéis e tem somente um satélite natural: a Lua.

O pequeno planeta Terra apresenta 70% de sua superfície coberta por água. Os 30% restantes é constituído pelos continentes, sendo o cenário da única civilização até agora conhecida: A humana.

A dinâmica tectônica é o movimento das grandes placas subjacentes e os agentes externos de erosão (os cursos de água, o vento e a dispersão mecânica) modelam o relevo. Em conseqüência, o planeta está em constante evolução. Planícies, planaltos, montanhas e vales modificam-se com o tempo, de acordo com as forças internas do planeta, com a água e atmosfera. A superfície da Terra é parte da biosfera. A vida nos mares, rios e continentes acompanha o processo.

A terra possui uma atmosfera sumamente dinâmica, que interage com as terras e as águas superficiais. Sua composição química perto da superfície, o ar que respiramos, inclui 78% de nitrogênio e 21% de oxigênio. O resto é vapor de água, pó em suspensão e gases raros (como néon, crípton, e xenônio).

A proporção de dióxido de carbono, mesmo pequena com somente 0,03%, causa o efeito estufa, que retém o calor solar fazendo-o circular novamente na atmosfera, na medida em que se torna adequado para a vida. A atividade industrial do homem ocasiona a vertiginosa incorporação na atmosfera de outros gases do efeito estufa, que por sua vez, geram, infelizmente, o famoso aquecimento global. Do mesmo modo, o uso do cloro-flúor-carbono (CFC) como ingrediente de aerossóis ou refrigerantes degrada a fina camada de ozônio, que protege a vida das radiações ultravioletas do Sol. Na atmosfera ocorrem muitos fenômenos meteorológicos e também uma imensa quantidade de meteoritos que diariamente se precipitam e são destruídos por fricção.


A terra possui um núcleo ferroso que, junto com a rápida rotação do planeta, causa o efeito dínamo. Esse efeito se expressa na eração de um campo magnético, a chamada magnetosfera. A magnetosfera da Terra rodeia o planeta e o protege do vento solar, formado por partículas carregadas emitidas pelo Sol. O comportamento da agulha magnética de uma bússola, por exemplo, e a aparição de auroras polares em altas latitudes, são provas da existência da magnetosfera.

DADOS TÉCNICOS:


  • DIÂMETRO EQUATORIAL: 12.756 km
  • DISTÂNCIA MÉDIA DO SOL: 150.000.000 km
  • PERÍODO DE TRANSLAÇÃO (ANO): 365 dias e quase 6 horas
  • PERÍODO DE ROTAÇÃO (DIA): 23 horas e 56 minutos
  • PRINCIPAIS COMPONENTES ATMOSFÉRICOS: nitrogênio e oxigênio
  • TEMPERATURA SUPERFICIAL: máxima 56°C, mínima -88°C
  • DENSIDADE: 5,52 g/cm3
  • GRAVIDADE: 1g = 9,8 m/s2


Fontes:
www.webciencia.com ;
bruno.rosenthal.vilabol.uol.com.br;
www.geocities.com

Arquivo do site

Em destaque