sexta-feira, 30 de março de 2018

XVIII Festa do Marco Vivo da Etnia Jenipapo-Kanindé – 09 de abril de 2018



O ritual, ecológico e sustentável, é um momento de reafirmação e intercâmbio de identidades indígenas, buscando reconhecer o território e a cultura material e imaterial.




A Festa do Marco Vivo é um momento de muita reflexão, espiritualidade e que reafirma a luta do Povo Jenipapo-Kanindé, da Terra Indígena Lagoa Encantada, no município de Aquiraz, localizado no litoral leste do estado do Ceará, pela demarcação de suas terras e a garantia dos seus direitos. Ao redor do tronco de Yburana (imburana), os indígenas fazem o ritual do Toré, para celebrar as suas lutas e conquistas.

A Imburana (Commiphora leptophloeos) é uma árvore nativa da caatinga, também encontrada no pantanal e no chaco. Seu nome popular vem da língua tupi e significa “falso imbu”, formado por y-mb-ú (árvore de água) e ra-na (falso).

Desde 1997, a etnia Jenipapo-Kanindé realiza a Festa do Marco Vivo de Yburana. O evento ocorre anualmente no dia 09 de abril. É organizado pela comunidade indígena Jenipapo-Kanindé, contando com a participação de representantes dos povos indígenas do Ceará, que se reunem em orações, cantos e danças. Também participam do encontro pesquisadores, organizações e apoiadores da causa indígena.

Durante a festa, acontece o Toré, ritual de espiritualidade indígena manifestado em danças e cantos, um dos elementos de cultura mais atuantes no sentido de fortalecer os laços de ancestralidade da comunidade, importante também para orientação e articulação política. Saiba mais sobre a Festa do Marco Vivo.

A celebração culmina com o ritual de plantar o tronco de Yburana para simbolizar o marco vivo da delimitação das terras do Povo Indígena Jenipapo-Kanindé.

Programação




Serviço

Evento: Festa do Marco Vivo de Yburana
Quando: 09 de abril de 2018
Horário: 9h às 15h
Local: Mangueiras do Tio Odorico 


Por: Janete Melo
Colaborou: Janaína Jenipapo-Kanindé


Arquivo do site

Em destaque