domingo, 26 de novembro de 2017

Organizações indígenas e indigenistas convidam para Debate e Ato Público em apoio ao Povo Indígena Pitaguary



A Federação dos Povos e Organizações Indígenas do Ceará - FEPOINCE com apoio do Centro de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos da Arquidiocese de Fortaleza - CDPDH e do Observatório Socioambiental realizarão debate seguido de ato público em apoio ao Povo Indígena Pitaguary, nesta terça-feira, 28 de novembro de 2017



A comunidade indígena da aldeia Monguba, localizada no município de Pacatuba-CE, está ameaçada por uma ação de reintegração de posse movida por uma empresa do ramo de atividade que explora brita e outros agregados para a construção civil.

Na próxima terça-feira, 28/11, a partir da 13h, será realizado um debate sobre a situação de violações sofridas pelo povo Pitaguary e para tratar sobre a ameaça de reintegração de posse contra a comunidade indígena da aldeia Monguba. Após o debate acontecerá um Ato Público com a participação e falas de apoio dos presentes. 

Na ocasião do Ato Público será dado um abraço simbólico à Serra da Monguba em protesto contra a ação das pedreiras, que causam graves impactos socioambientais.

As atividades se somam à luta do Povo Pitaguary para permanecer no seu território. No dia 14 de novembro de 2017, o povo Pitaguary recebeu uma inspeção judicial para reintegração de posse de uma área onde vivem, conhecida como aldeia Pedreira dos Encantados, na localidade de Monguba, no município de Pacatuba-Ce. Desde 2012, o povo Pitaguary retomou essa área, onde antes funcionava a pedreira Britaboa, que foi desativada há mais de 30 anos e causou grande degradação ambiental neste território. Ressalta-se que na Serra da Monguba já estão em atividade outras duas pedreiras, que impactam o território Pitaguary.

Programação:

13h - ABERTURA: Momento de Espiritualidade

13h15 - ACOLHIDA: Fala do Pajé e Caciques do Povo Pitaguary

13h30- FORMAÇÃO DA MESA DE DEBATE: João Paulo Vieira (Historiador e assessor da Rede Indígena de Memória e Museologia Social), João Alfredo Telles Melo (Advogado e professor de Direito Ambiental) Caroline Leal (Antropóloga e Professora da Unilab), Alexandre Costa (Professor de Ciências do Clima), Lucas Guerra (Advogado do CDPDH) e Ceiça Pitaguary (Coordenadora Geral da FEPOINCE).

15h- PLENÁRIA: Aberto para falas de representantes da comunidade, movimentos socioambientais e apoiadores presentes no ato

15h30- ORGANIZAÇÃO DO ABRAÇO

16h - ABRAÇO SIMBÓLICO À SERRA DA MONGUBA

16h40 - ENCERRAMENTO

Saiba como chegar ao local do evento

Nessa área, que está sob ameaça de ação de reintegração de posse, está instalado o Museu Indígena Pitaguary, construído por este povo com muita luta e constituindo importante equipamento da memória, arte, cultura e preservação ambiental. 


Estão também localizados nessa pequena área os locais sagrados; os cultivos para a alimentação, a criação de pequenos animais, dentre outras atividades. Na Serra da Monguba se encontram as nascentes e olhos d'água que abastecem a aldeia indígena de Monguba.


NENHUM DIREITO A MENOS!
NENHUMA PEDREIRA A MAIS!

Realização: Federação dos Povos e Organizações Indígenas do Ceará - FEPOINCE
Apoio: Centro de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos da Arquidiocese de Fortaleza - CDPDH e Observatório Socioambiental



Você pode assinar a nota de apoio até o dia 29/11/2017.
Envie um e-mail para:  direitosindigenasce@gmail.com

Serviço:
Data: 28 de novembro de 2017
Horário: 13h às 16h40
Local: Pedreira dos Encantados - Aldeia Monguba
Endereço: Rodovia CE 060, Km 15 - Monguba - Pacatuba (CE)
Ponto de referência: Museu Indígena Pitaguary

Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque