quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo lança campanha de arrecadação - "Vamos apoiar a Apoinme"



 A Apoinme é composta por indígenas que abrange dez unidades da Federação, representando mais de 78 povos e uma população de mais de 213 mil indígenas da região; a organização precisa de apoio para regularizar a sua situação fiscal.


Foto: Cacique Sandro Potiguara  /  Arquivo: Apoinme - Mobilização Nacional Indígena 

Clique para doar:


Sobre a Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo - APOINME

A APOINME tem uma história admirável, nesta organização passaram grandes líderes, que muito contribuíram na luta e na defesa dos territórios tradicionais e, principalmente, no reconhecimento dos direitos dos povos indígenas do nordeste e leste.

É público e notório que a APOINME contribui em muitas frentes de lutas e que, o seu enfraquecimento institucional de cunho financeiro afetou, ainda, as frentes de luta dentro das terras indígenas, fatalmente comprovada com os altos índices de violações dos direitos dos povos indígenas da área de abrangência, aponta a Apoinme em sua página de campanha.

A organização detalha a importância da campanha de arrecadação

“Nos últimos anos, temos enfrentado problemas em nossa instituição, sobretudo as pendências junto à Receita Federal e à Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, onde somos devedores de encargos, que, após renegociação, ficaram no montante total de R$ 62.100,00”.

“Essa divida se deu por conta de um escritório de contabilidade que prestava assessoria a APOINME e a cadastrou como entidade de utilidade pública. Em 2011, a Receita Federal constatou o erro e penalizou a organização a pagar os encargos, pois a APOINME não possuía titulo para ser cadastrada naquela modalidade”.

“Do valor da dívida acima citado - R$ 62.100,00 - necessitamos com urgência do equivalente a 30%, para o qual iniciamos a primeira fase de arrecadação com esta campanha online. O próximo passo será a realização de uma campanha de assinaturas, considerando que, após a quitação do débito das parcelas iniciais, ficaremos, ainda, com mensalidades que deverão ser pagas em valores aproximados de R$1.000,00”. As informações podem ser lidas na íntegra no site da campanha: VAMOS APOIAR A APOINME

Quem apoia

Lideranças indígenas do Brasil e de outros países da América Latina, representantes de comunidades tradicionais quilombolas, povos de terreiro, povos ciganos e apoiadores da causa indígena já manifestaram seu apoio à campanha. Entre os apoiadores estão Sônia Bone Guajajara, Paulo Tupinikim, Sarapó Pankararu, Woie Patte, David Karai Popygua, Marcos Sabarú, Luiz Eloy Terena, Clara Kanindé, Patrícia Juruna, Alex Pankararu, Dinaman Tuxá e outras jovens lideranças indígenas, que enviaram mensagens de apoio e estão engajados na campanha. 

Assista os dois primeiros vídeos da campanha





Saiba como apoiar e sobre recompensas

Você pode doar qualquer valor acima de R$10,00 e optando por contribuir com um valor acima de R$30,00 você recebe uma recompensa. São peças de artesanato indígena (colares, brincos, pulseiras, entre outros), artefatos, cocares, CDs de músicas indígenas, documentários online, livros digitais, vídeo clipe e mais. Veja abaixo algumas das recompensas - doadas por indígenas para esta campanha de arrecadação. 


Participar é muito, muito fácil. São dois passos:
  • Escolha o valor da sua contribuição e sua recompensa 
  • Escolha a forma de pagamento, boleto ou cartão de crédito (parcele em até 6x com parcela mínima de R$ 25).

Clique, faça uma doação e ajude divulgando a campanha!




Por Janete Melo - Observatório Socioambiental
Com informações da APOINME

Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque