quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Dijé Tremembé - primeira mulher indígena do Ceará a ocupar um cargo legislativo - AMICE publica nota de congratulações



A Articulação das Mulheres Indígenas no Ceará (AMICE) publicou nota de congratulações a liderança indígena do Povo Tremembé, que está assumindo uma vaga na Câmara Municipal de Itarema, no Estado do Ceará. Maria de Jesus Sobrinha, a Dijé Tremembé, é a primeira mulher indígena do Ceará a ocupar um cargo legislativo. Ela ficou na suplência para vereadora pelo PDT, nas eleições de 2016. Dijé Tremembé foi empossada nesta quarta-feira (2).

Foto: TSE
A nota destaca: “Dijé Tremembé, mulher forte e de muita luta, é parteira, agente de saúde indígena, liderança do Povo Tremembé e dos povos indígenas do Ceará. É uma das coordenadoras da Articulação dos Povos Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (APOINME) e agora, Vereadora”.

Na última eleição aumentou o número de indígenas que concorreram a vagas para os cargos de vereadores, vereadoras, prefeitas e prefeitos. No Ceará foram eleitos, com votação expressiva, o advogado Weibe Tapeba (PT), no município de Caucaia, e Vicentinho Potyguara (PCdoB) que foi não somente reeleito, mas o mais votado no município de Monsenhor Tabosa.

Em setembro de 2016, o Observatório Socioambiental fez um levantamento das candidatas e dos candidatos indígenas no Ceará com o título “Representantes de diferentes etnias indígenas do Ceará buscam na política a oportunidade de dar voz às aldeias”. A matéria informava que, de acordo com as Estatísticas Eleitorais 2016, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), na lista com o Quantitativo de Candidatos por Cor/Raça, no Brasil concorreriam 1.715 candidatos INDÍGENAS, representando 0,35% de todas as candidaturas no País para os legislativos municipais. No Ceará 41 candidatos se declararam indígenas, esse número representa 0,29% do total de candidaturas no Estado. 

Em outubro de 2016, o jornalista Alceu Castilho publicou matéria no portal de Olho Nos Ruralistas com o título "Candidatos indígenas se elegem nas cinco regiões do país", onde faz um levantamento mostrando que várias etnias ganharam representação nas Câmaras e até em prefeituras. Na matéria há destaque para as expressivas votações de Weibe Tapeba e Vicentinho Potyguara.

Leia a nota de congratulações da AMICE


Colaborou Rosa Pitaguary - Articulação das Mulheres Indígenas no Ceará (AMICE)
Por Janete MeloObservatório Socioambiental


Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque