terça-feira, 20 de junho de 2017

IV Encontro de Formação de Gestores de Museus Indígenas no Ceará




No período de 14 a 16 de Julho de 2017, acontece na Aldeia Indígena Tremembé de Almofala – Povo Indígena Tremembé, o IV Encontro de Formação de Gestores de Museus Indígenas no Ceará. O evento é uma realização da Rede Indígena de Memória e Museologia Social – Ceará com apoio da Associação para o Desenvolvimento Local Có Produzido (ADELCO), da Rede Cearense de Museus Comunitários (RCMC), do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM) e da Prefeitura Municipal de Aratuba.

O Ceará hoje é o Estado Brasileiro no qual as iniciativas museológicas protagonizadas pelos povos indígenas mais tem se destacado, impulsionando a organização do campo e possuindo um importante papel na criação e consolidação da Rede Indígena de Memória e Museologia Social no Brasil, desde 2014.

As Primeiras experiências registradas remontam à abertura do Museu dos Kanindé, no Sítio Fernandes (Aratuba) em 1995, pelo Cacique Sotero, em um momento crucial na mobilização deste povo por reconhecimento étnico e manutenção da posse do território tradicional. Seguindo do Memorial Tapeba Cacique Perna-de-Pau, em 2005 (povo Tapeba), da Oca da Memória, em 2008 (povos Tabajara e Kalabaça, de Poranga), do Museu Indígena Jenipapo-Kanindé, de 2011, dos museus indígenas do município de Monsenhor Tabosa (vinculados ao movimento Potigatapuia) e, mais recentemente, do Museu Indígena Pitaguary. Essas organizações indígenas no Estado do Ceará vem realizando um trabalho permanente com memória, patrimônio e a educação intercultural que apresenta enorme vitalidade e diversidade. Além do desenvolvimento local e do fortalecimento dos processos que envolvem a parceria museus-escolas, o diálogo propositivo com o Estado tem avançado, na direção da criação de um Plano Setorial para Culturas Indígenas no âmbito da SECULT-CE bem como a criação de um comitê Gestor de políticas culturais indígenas no estado com a participação de todos os povos indígenas.

Nos últimos anos, foram realizados muitos encontros e eventos, dos quais destacamos, por seu caráter formativo e político, os cursos de formação de gestores de museus indígenas no Ceará: O I Encontro de Gestores de Museus Indígenas ocorreu em outubro de 2011, promovido pelos povos Kanindé, Tapeba, Pitaguary e Jenipapo-Kanindé, em parceria com o Projeto Historiando e o Centro de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos (CDPDH), da Arquidiocese de Fortaleza. Em dezembro de 2012, foi realizado o II Encontro de Formação de Gestores de Museus Indígenas do Ceará, nas dependências do Museu Indígena Jenipapo-Kanindé, com os coordenadores dos museus dos povos Jenipapo-Kanindé, Kanindé e Pitaguary, além de outros membros da Rede Cearense de Museus Comunitários. Esse encontro contou com a presença do consultor francês Hugues de Varine, que estava publicando seu livro As Raízes do Futuro: o patrimônio a serviço do desenvolvimento local, em Fortaleza. O III Encontro aconteceu paralelamente ao I Fórum de Museus Indígenas do Brasil, em maio de 2015, no Museu dos Kanindé, em parceria com o Projeto Historiando, a Associação para o desenvolvimento Local Có Produzido (ADELCO) e o Centro de Defesa e Promoção dos Direitos Humanos (CDPDH), da Arquidiocese de Fortaleza.

O IV Encontro de Formação de Gestores de Museus Indígenas do Ceará ocorrerá em Itarema de 14 a 16 de julho de 2017, na aldeia da Praia (Almofala) do povo Tremembé, que também está em processo de organização de um espaço museológico há alguns anos. Uma realização da Rede Indígena de Memória e Museologia em parceria com o projeto historiando e com apoio da Associação para o Desenvolvimento Local Có Produzido (ADELCO). O Encontro reunirá durante três dias os coordenadores e participantes dos processos museológicos indígenas no Ceará para dar continuidade à formação permanente com o objetivo de fortalecer mais ainda e consolidar o papel político e educacional desempenhados pelos museus indígenas no Ceará à níveis Municipal, Estadual, Regional e Nacional. Em breve publicaremos a programação.


Serviço:

Evento: IV Encontro de Formação de Gestores de Museus Indígenas no Ceará.
Data: 14 a 16 de Julho de 2017.
Local: Aldeia Indígena Tremembé de Almofala – Povo Indígena Tremembé.
Realização: Rede Indígena de Memória e Museologia Social – Ceará.
Apoio: Associação para o Desenvolvimento Local Có Produzido (ADELCO), Rede Cearense de Museus Comunitários (RCMC), Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), Prefeitura Municipal de Aratuba.

Compartilhado por:
Suzenalson Kanindé - Rede Indígena de Memória e Museologia Social


Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque