terça-feira, 15 de março de 2016

Seminário "Mulheres, Agroecologia e Justiça Ambiental: diálogo entre saberes, experiências e resistências"



O seminário também contará com uma programação aberta à participação do público no dia 17 de março, às 14h, no auditório da ADUFC, com a mesa Mulheres, Agroecologia e Justiça Ambiental: diálogo entre saberes, experiências e resistências.
A partir das 17h, no mesmo local, será realizado o lançamento do caderno informativo Mulheres em diálogo: saberes e experiências sobre trabalho, ambiente e saúde na Chapada do Apodi/Ce e do vídeo No tempo dos mussambês não tinha do que ter medo: impactos do agronegócio sobre a vida das mulheres na Chapada do Apodi-CE. Materiais produzidos no âmbito de um projeto de pesquisa realizado pelo Núcleo Tramas – UFC, entre 2013 e 2015, apoiado pela Chamada MCTI/CNPq/SPM-PR/MDA N. 32/2012.
O encerramento do evento aberto ao público ocorrerá às 19h, do dia 17 de março, com a apresentação musical do grupo Samba de Rosas.
No dia 18 de março, a programação seguirá com a presença das mulheres da Chapada do Apodi-CE, do Rio Grande do Norte, do Sertão Central, da Serra da Ibiapaba, da Zona Costeira e de comunidades urbanas.
O  projeto REEAJA - Reflexões, Estudos e Experiências em Agroecologia e Justiça Ambiental  tem como parceiros: MST – Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais Sem Terra, FAFIDAM – Universidade Estadual do Ceará, Cáritas Diocesana de Limoeiro do Norte, CSP- Conlutas, Rede Brasileira de Justiça Ambiental, Rede Nordeste de Núcleos de Agroecologia e Projeto Meio Ambiente, Saúde, Comunicação e Cultura: transformações territoriais e a juventude no sertão central do Ceará (coordenado pelo Núcleo Tramas-UFC).
PROGRAMAÇÃO COMPLETA DO SEMINÁRIO
Dia 17 de março

Manhã (Programação interna) 

Roda de conversa Do mar ao sertão: mulheres em diálogo sobre conflitos ambientais

Local: Centro de Formação Frei Humberto – Fortaleza/Ce

Horário: 09h às 12:00h

Tarde (Programação aberta ao público)
Mesa de debate Mulheres, Agroecologia e Justiça Ambiental: diálogos entre saberes, experiências e resistências

-  Neneide Lima (Rede Xique Xique) – mulheres e experiências agroecológicas: desafios e perspectivas
- Gema Esmeraldo (NEEPA/UFC) – Mulheres e Agroecologia: fortalecendo experiências e construindo resistências nos territórios
- Socorro Oliveira (Chapada do Apodi/Ce) – Agronegócio na Chapada do Apodi: um modelo que vulnerabiliza as mulheres
- Cris Faustino (RBJA) – Conflitos ambientais e a vida das mulheres: da terra ao mar elas resistem e lutam por justiça ambiental
Local: ADUFC – Av. da Universidade, 2346, Fortaleza – CE

Horário: 14h às 17h


Noite (Programação aberta ao público)


Lançamento das Publicações “Mulheres em diálogo: saberes e experiências sobre trabalho, ambiente e saúde na Chapada do Apodi/Ce” e do vídeo “No tempo dos mussambês não tinha do que ter medo: impactos do agronegócio sobre a vida das mulheres na Chapada do Apodi-CE


Local: ADUFC – Av. da Universidade, 2346, Fortaleza – CE

Horário: 17h às 19h

Encerramento do evento aberto ao público com apresentação musical do Grupo Samba de Rosas às 19h.
Dia 18 de março

Manhã (Programação interna) 

Roda de conversa Mulheres: trançando resistências e afirmando existências

Local: Centro de Formação Frei Humberto – Fortaleza/Ce

Horário: 08h às 12:00h

Para informações:
Andréa Camurça – (85) 9 9977.0515 
Mayara Melo – (85) 9 9901.4233 
E-mail: ntramas.ufc@gmail.com

Acesse a página do evento no Facebook: 
http://on.fb.me/1UdLVMW


Compartilhado por Lígía Viana







Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque