domingo, 12 de janeiro de 2014

I Aty Guasu de Crianças e Jovens Guarani Kaiowá



Aty Guasu convida a todos (as) autoridades públicas e defensores de direitos indígenas e humanos para participar da I Grande Assembleia dos líderes jovens Guarani e Kaiowá. Como já é sabido, de 46 mil indígenas, mais de 20 mil são jovens e adolescentes guarani e kaiowá que enfrentam todos os tipos de violências e miséria nas áreas de confinamento no Estado de MS.


Na situação de luta pela demarcação de terra indígena as crianças que mais sofreram as violências, muitas crianças perderam os pais e mães, avôs e avós na luta pela terra, os autores e mandantes do crimes não são punidos pela justiça do Brasil.

No dia 16 de fevereiro de 2014 completará um ano de assassinato de adolescente guarani kaiowá Denílson pelo fazendeiro Orlandino que confessou que atirou na vida e matou a jovem indígena, mas não foi punido pela justiça.

JUSTIÇA NÃO JULGA E NEM CONDENA OS FAZENDEIROS ASSASSINOS DOS INDÍGENAS GUARANI E KAIOWÁ.

Diante disso, no início de 2014, em primeiro lugar vamos ouvir as vozes, gritos de socorro e demandas das criançadas, na tradição guarani e kaiowá as crianças em primeiro lugar, o futuro das crianças fundamenta a luta dos adultos e idosos (as) indígenas Guarani e Kaiowá.

Aty Guasu luta pelo futuro mais digno e justo das crianças


Publicado na página da Aty Guasu



Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque