terça-feira, 30 de abril de 2013

Salve o Cocó - o rio, as dunas, o parque... a vida!


Na semana passada, precisamente no dia 23 de abril, diante da incredulidade de alguns parlamentares, da população e dos diversos coletivos socioambientais, a Câmara de Fortaleza aprovou projeto de uma "via paisagística", que causaria uma espécie de fratura ao ecossistema do Parque do Cocó. Foi grande a repercussão negativa, e para defender o veto uma manifestação foi organizada através de um evento na rede  social no Facebook, denominada #VetaPrefeito.

De acordo com a convocação "a mobilização tem muita importância pois com essa lei, 14 hectares são automaticamente tirados da futura regulamentação do Parque. Além disso, burla uma Lei já muito atacada que defende as nossas Dunas do Cocó e joga no lixo um desejo da população de proteger o entorno do Parque do Cocó no bairro: o Veto Popular”. O objetivo seria reverter a aprovação na Câmara Municipal e a exigir o veto do Prefeito, para que o mesmo cumprisse as suas promessas de proteger o Parque do Cocó.

Neste já muito devastado e frágil ecossistema, já foram identificadas 120 espécies de árvores e plantas, compõe ainda os últimos remanescentes de um amplo campo de dunas milenares do tipo parabólica, protegidas pela Lei Municipal 9502/2009.


Ontem o Prefeito Roberto Cláudio VETOU a inclusão no sistema viário de Fortaleza da “via paisagística” nas imediações do Parque do Cocó. Mas a ponte estaiada que o Governo do Estado pretende construir teve a inclusão no sistema viário básico de Fortaleza sancionada, o que ainda trará graves prejuízos ao parque com a destruição de vários hectares de dunas milenares.

Na publicação de hoje do Jornal O Povo, o jornalista Érico Firmo fez a seguinte reflexão: "Em sua decisão, o prefeito argumentou que há uma série de questionamentos jurídicos em relação ao local, que vão desde a lei que criou a Arie até a delimitação do Parque do Cocó. Roberto Cláudio preferiu, então, não criar um novo polo adicional de polêmica, com possibilidade de trazer prejuízos para a região. Pelo menos não enquanto perdurarem tais controvérsias”.

O vereador João Alfredo (PSOL) publicou em suas páginas sociais esta mensagem:
VITÓRIA DA MOBILIZAÇÃO POPULAR!
Importante comemorarmos nossas pequenas/grandes  vitórias, que nos ensinam que vale a pena lutar e que, portanto, nos animam para continuar lutando. Agora, temos que garantir que a Câmara mantenha (e não derrube) o veto à rua. Mas, em defesa do Cocó (do Rio, do Parque e das Dunas), temos que lutar para que o VETO POPULAR às obras na região do parque seja encaminhado pelo Prefeito ao TRE (e o povo de Fortaleza decida, soberana e democraticamente, em referendo popular) e pela regulamentação definitiva do Parque do Cocó pelo Governador do Estado (que já tem em suas mãos um estudo que garante a preservação de mais de 1.300 ha. de área verde fundamentais para a nossa cidade e as gerações futuras).
COMEMORAR A VITÓRIA E SEGUIR LUTANDO!
PELA CIDADE, PELA NATUREZA,
 PELAS ATUAIS E FUTURAS GERAÇÕES!

Veja imagens da manifestação de domingo, 28 de abril de 2013, pelo Veto ao projeto da “via paisagística”, com os movimentos Salve as Dunas do Cocó, SOS COCÓ, Em Defesa do Parque do Cocó e Pró-Árvore, dos mandatos Ecos da Cidade, Fortaleza em Movimento e da população que se somou à luta, adesivando seus veículos ou simplesmente acenando das janelas!!

A luta continua!





Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque