quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Biomas Terrestres: Taiga


Taiga, floresta de coníferas ou floresta boreal como também é conhecida, é o bioma localizado entre as Florestas Tropicais (sul) e a Tunda (norte). Pode ser encontrada nas porções norte da América do Norte, Ásia e Europa. É predominante das regiões de altitudes elevadas. Está distribuída em uma faixa situada entre 50º e 60º de latitude Norte.

O clima típico é o continental frio e polar, com temperaturas muito baixas e inverno longo com intensas precipitações de neve. O verão é uma estação de curta duração. Em virtude da grande exploração de madeira para a produção de papel, a cobertura vegetal desse bioma está sendo extremamente reduzida.


Taiga é uma palavra de origem russa, é um bioma encontrado ao sul da Groelândia, ao norte do Alasca, Canadá e em parte do Japão, Suécia, Finlândia, Noruega e Sibéria. A parte meridional do bioma é chamada floresta boreal, enquanto a área menos arborizada, ao sul da linha de vegetação arbórea ártica, usa-se o termo taiga.

A vegetação do bioma Taiga, tem suas características influenciadas de forma direta pelo clima muito frio. É formada por árvores de portes superiores, sendo relativamente homogênea,  com copas em formato de cones, troncos retos e folhas aciculifoliadas (forma de agulha), favorecendo assim a acumulação de neve.

As principais espécies são os abetos e os pinheiros que formam uma cobertura densa, impedindo que a luz solar chegue ao solo. Também são encontrados cipestres, larício e, espruces, muito adaptadas ao clima frio. A vegetação rasteira pouco é encontrada. Com chuvas pouco freqüentes essa vegetação leva em média 8 meses em seu período de crescimento.


As árvores de folhas mais largas são representadas por sorveiras, faias, vidoeiras e salgueiras. No interior do Canadá e no norte da Rússia a vegetação de pauis e plantas a elas associadas são bastante representativas. Compreende uma região biogeográfica subártica setentrional e seca. Apesar de assemelhar-se a Tundra, a Taiga possui vegetação mais rica e diversificada.

Países como Canadá, Rússia, Noruega, Finlândia, Suécia e Alasca abrigam áreas com grande extensão de vegetação de taiga. As maiores áreas se localizam na Rússia e na Sibéria. A exploração desordenada das árvores deste bioma para a produção de celulose e usos na construção civil tem causada redução drástica no grande bioma Taiga.

A Taiga possui duas estações bem definidas, no verão com dias longos e temperaturas abaixo de 20ºC, o calor derrete a neve e forma lamaçais em algumas regiões, favorecendo o desenvolvimento de insetos. No inverno o frio muito rigoroso, os dias são bem mais curtos com a precipitação caindo sob a forma de neve.

O clima é o subártico, com ventos muito fortes e gelados que sopram durante o ano todo. As temperaturas oscilam entre -54ºC e 21ºC. As precipitações médias anuais ficam em torno de 40-100cm. Embora haja precipitação, o solo gela durante os meses de inverno e as raízes das plantas não conseguem captar água.


A fauna é composta por linces, alces, lebres, raposas, esquilos, renas, guaxinins, focas, veados, ursos, lobos, furãos, martas, arminhos, corujas, morcegos, coelhos, tigres, aves como falcões e pica-paus, além de uma grande diversidade de insetos. Algumas aves migram e nidificam na Taiga, alimentando-se da farta opção de insetos. Durante o inverno algumas espécies, especialmente as aves, entram em rota migratória em busca de outros lugares com temperaturas mais altas.

As atividades econômicas desenvolvidas na Taiga são responsáveis pelo avanço da degradação ambiental, principalmente em países como Rússia, China e Canadá que não demonstram grandes esforços para limitar o ritmo da degradação florestal. Além da exploração madeireira ainda podem ser considerados graves os impactos decorrentes de naufrágios de submarinos nucleares e as de testes e depósitos nucleares no o Ártico.



Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque