segunda-feira, 13 de junho de 2011

Meio Ambiente - A Festa da Paz


Em 1972 a Organização das Nações Unidas (ONU), para marcar a abertura da 1ª Conferência Mundial do Meio Ambiente, realizada na Suécia, que tratou sobre “Ambiente Humano”, estabeleceu 5 de junho como o Dia Mundial do Meio Ambiente. No mundo todo este período serve para conscientizar as pessoas sobre as questões ambientais em nosso planeta.

Em Fortaleza as comemorações começaram bem antes do dia 05 de junho. Já no dia 30 de maio aconteceu no Auditório da FIEC, o Fórum Comunicação e Paz na Natureza, promovido pela Agência da Boa Notícia. Na ocasião foi entregue o Prêmio Gandhi de Comunicação.

Na quinta-feira, dia 02 de junho, no auditório da Câmara dos Vereadores, o mandato Ecos da Cidade promoveu  debate com o diretor do Greenpeace Brasil, Sérgio Leitão, sobre a participação da sociedade civil em defesa do Meio Ambiente. Também participaram outros convidados de movimentos ambientalistas.


No domingo, dia 5 de junho, pelo Dia Mundial do Meio Ambiente, o Movimento Proparque promoveu a Festa da Vida 2011, no Parque Ecológico Rio Branco, situado à Avenida Pontes Vieira, bairro São João do Taupe. Houve comemorações em outros locais: no Passeio Público e na Praia do Futuro.

Na terça-feira, dia 7 de junho, a Associação dos Geógrafos Brasileiros realizou no auditório do Mestrado em Geografia da UECE (Campus do Itapery) o debate “O novo Código Florestal: O significado da reformulação da legislação ambiental no campo e na cidade”. Com participação do Professor Edson Vicente da Silva (UFC), Professora Andrea Crispim (UECE/AGB-Fort) e o Movimento SOS Cocó.


Na quarta-feira, dia 8 de junho, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) lançou  o “Caderno dos Conflitos no Campo Brasil 2010”, na sede da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Ceará (Fetraece), com a participação do Padre Manfredo Oliveira. No mesmo dia o Diretório Central dos Estudantes da UFC promoveu a discussão “O papel da universidade frente ao modelo de desenvolvimento atual”, no auditorio do Centro de Ciências da UFC (Campus do Pici), com o professor Jeovah Meireles, do Departamento de Geografia da UFC.

A programação foi encerrada na quinta-feira, dia 09 de junho, com um ato público na Praça do Ferreira, a partir das 16h. Na ocasião, houve apresentação com oração e dança, do povo indígena Pitaguary. Também foi construído o mapa da injustiça ambiental e em seguida, às 18h, foi lançado cordel e vídeo sobre impactos dos agrotóxicos. O evento terminou com uma grande ciranda em homenagem ao planeta Terra.


Organizaram esta semana do Meio Ambiente:
O Fórum Cearense do Meio Ambiente, Fórum em Defesa da Zona Costeira do Ceará, Rede Brasileira de Justiça Ambiental, Comissão Pastoral da Terra, Frente Cearense Por uma Nova Cultura das Águas, Associação dos Geógrafos Brasileiros, Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Instituto Terramar, Adelco – Associação para o desenvolvimento local co-produzido, Diretório Central dos Estudantes da UFC, Rede Brasileira de Advogados e Advogadas Populares e Núcleo Tramas.




Campanha Vamos Apoiar a Apoinme

Arquivo do site

Em destaque